Um blog da Loja MundomaxLigue para (43) 3377-6686 central@mundomax.com.br

Qual a diferença entre tantas mídias? CD-R, DVD-R, DVD+R, RW, HD-DVD…

Nos últimos anos as Mídias Ópticas evoluíram tanto, mais tanto, que as mais variadas nomenclaturas foram inventadas. O fato é que todas essas nomenclaturas ainda geram uma certa confusão em algumas pessoas. E para resolver de uma vez por todas as suas dúvidas sobre os tipos diferentes de mídia existentes no mercado, nós Mundomax reunimos em um só lugar a definição das mídias mais populares, para você consultar sempre que tiver dúvida. Do CD, o vovô da família, ao mais novo membro, o Blue Ray Disc.

CD R Philips Qual a diferença entre tantas mídias? CD R, DVD R, DVD+R, RW, HD DVD...

O Bom e nem tão velho CD

“Compact Disc”, este é o nome dos nosso conhecido CD, que foi dado, logicamente, em comparação com o grande e desengonçado Vinil, que inesperadamente, nos 2 últimos anos voltou se popularizar, principalmente na Europa. Mais aí é outra história.

CD-R (CD Recordable): CD gravável. Hoje com capacidade para 700 MB ou 80 minutos de áudio sem compactação. Não permite regravação, ou seja, nenhum dado pode ser apagado do CD-R. Após gravar os dados, eles ficam lá até durar o CD-R. Exemplos.

CD-RW (CD Rewritable): CD regravável. Também tem a capacidade de 700 MB. Porém, estes podem ser regravados. Essa mídia permite que você grave, apague os dados e grave novamente. Sua vida útil é de aproximadamente mil ciclos. Exemplos.

dvd logo Qual a diferença entre tantas mídias? CD R, DVD R, DVD+R, RW, HD DVD...

Mas aí a tecnologia foi se desenvolvendo, foram chegando equipamentos com capacidade para reproduzir vídeo em alta definição, a necessidade de maior espaço foi aumentando, e BOOM!! Criaram o DVD. O DVD, que de início era sigla para Digital Video Disc, mas que é chamado por alguns de Digital Versatile Disc, foi lançado a princípio para armazenamento de vídeo, mas assim como o CD, ele foi logo adaptado para ser utilizado para armazenar qualquer tipo de dado. Assim como os CDs, existem os DVDs graváveis e os regraváveis. Porém, os DVDs têm uma particularidade que não existia no CD: existem padrões e capacidades diferentes.

DVD-R: com capacidade de 4.7 GB, é o formato mais usado no Brasil. Muitas vezes as pessoas podem se referir a esse tipo de mídia como DVD5, devido ao fato de a sua capacidade estar próxima dos 5 GB. Também existem DVD-Rs com capacidade de 8.5 GB (também chamados de DVD9). Isso é possível porque são usadas duas camadas diferentes no mesmo lado do disco, praticamente dobrando a capacidade de armazenamento. Exemplos.

DVD-RW: Aqui é a mesma história dos CD-RW: pode-se apagar os dados e reutilizar o disco. Exmplos.

DVD+R e DVD+RW: Esses dois tipos são praticamente idênticos ao DVD-R e o DVD-RW, respectivamente. Basicamente a diferença está no desempenho. As mídias com o sinal de menos (-) são gravadas do centro para fora, em uma única linha, formando uma espiral. Já os discos com um sinal de adição (+) são gravados em vários círculos concêntricos. Isso dá uma maior rapidez aos DVD+R e DVD+RW tanto na leitura quanto na gravação. Mas é quase imperceptível. Mais alguma dúvida? Leia o nosso artigo: A diferença entre DVD-R e DVD+R.

Mini: Apesar de pouco popular, é uma boa opção para quem não gosta de carregar os CDs ou DVDs de tamanho normal. Além do tamanho reduzido (8cm de diâmetro, contra os 12cm do CD/DVD normal), sua capacidade também é bem menor. São os Mini Disc.

O que tem de novo

hd dvd vs blu ray Qual a diferença entre tantas mídias? CD R, DVD R, DVD+R, RW, HD DVD...

Blu-ray-disc: com o surgimento dos equipamentos com capacidade para execução de vídeos e filmes em alta definição, era necessário desenvolver ainda uma mídia de maior capacidade, para possibilitar assim, o armazenamento de imagens em alta definição, que ocupam muito mais espaço. Com a Sony à frente do projeto, foi criado então o Blu-ray, que possui esse nome justamente porque a cor do laser que faz sua leitura e gravação é azul. A capacidade do Blu-ray é de incríveis 25 GB nas mídias com uma só camada. Nos discos com duas camadas, o tamanho dobra, chegando aos 50 GB.

HD-DVD: Similar ao Blu-ray, porém com capacidade menor, o HD-DVD recentemente perdeu a batalha pela hegemonia das mídias de grande capacidade. A empresa Toshiba comandava o desenvolvimento dessa mídia, juntamente com outras gigantes como Microsoft. Porém, há pouco tempo a Toshiba anunciou o abandono do projeto, dando ao Blu-ray e à Sony o título de única mídia de alta capacidade disponível no mercado.

Bem, estes são os tipos de mídia disponíveis hoje no mercado. No site da Mundomax você encontra uma grande variedade de modelos e marcas de mídias, confira!

Matérias Relacionadas

Um Comentário

  1. nattasha
    27/outubro/2010 at 14:20 - Reply

    obrigado não entedi explica mais facil?

Curtiu o post? Dê uma mãozinha para nós, compartilhe este brilhante artigo!
Qual a diferença entre tantas mídias? CD-R, DVD-R, DVD+R, RW, HD-DVD…