Você está na Tag

bateria

KIT Microfones para Bateria DK7 – Samson

7 kit 1024x738 KIT Microfones para Bateria DK7   Samson

Capte todas as nuances dos mais diferentes tipos de performances com microfones apropriados para cada peça da bateria.
Sua bateria com sons mais claros e fiéis com o KIT 7 modelo DK7 da Samson, possui 7 itens, oferecendo tudo o que você precisa para microfonar uma bateria completa.

Cada elemento do microfone é construído com neodímio, produzindo uma resposta de freqüência cuidadosamente contornados, transmitindo o som capturado com maior definição e nitidez.
Além de um excelente som, os microfones oferecem sistemas de montagem integral para colocação ideal. O Qkick vem com uma montagem giratória que pode ser anexado a qualquer pedestal de microfone padrão, enquanto o Qsnare e o Qtom apresentam clipes de montagem que facilmente é instalado em qualquer aro de tambor padrão.

Graças às suas capacidades sonoras incríveis e soluções de montagem versátil, o KIT 7 é o que os bateristas mais utilizam para elevar a sua performance ao vivo e no estúdio. Projetado para fornecer aos bateristas uma solução de captar o som desejado.

Detalhes:

QKick:

  • Microfone Dinâmico;
  • Captação: Super Cardióide;
  • Resposta de Frequência 50Hz a 16KHz;
  • Sensibilidade: -62 dBV/pa (0,8mv/pa);
  • Impedância: 200 Ohms;
  • SPL Máxima: 147 dB;
  • Peso: 370gr.

QSNARE:

  • Microfone Dinâmico;
  • Captação: Super Cardióide;
  • Resposta de Freqüência: 50Hz a 16KHz;
  • Sensibilidade: -55 dBV/pa (0,78mv/pa);
  • Impedância: 200 Ohms;
  • SPL Máxima: 133 dB;
  • Peso: 150gr.

QTOM:kit microfones com 7 para bateria dk7 samson 44709 2000 002 300x300 KIT Microfones para Bateria DK7   Samson

  • Microfone Dinâmico;
  • Captação: Super Cardióide;
  • Resposta de Frequência 50Hz a 16KHz;
  • Sensibilidade: -55 dBV/pa (0,78mv/pa);
  • Impedância: 200 Ohms;
  • SPL Máxima: 133 dB;
  • Peso: 150gr.

C02:

  • Microfone Condensador;
  • Captação: Super cardióide;
  • Resposta de Freqüência: 50Hz a 20KHz;
  • Sensibilidade: -40 dBV/pa (10mv/pa);
  • Impedância: 200 Ohms;
  • Nível de Ruído Equivalente: 22 dB;
  • SPL Máxima: 134 dB;
  • Alcance Dinâmico: 112 dB;
  • Suprimento de Energia Phantom Power 48V;
  • Consumo: 3,5 mA;
  • Dimensões: Ø 20 x 150mm;
  • Peso: 170gr.

KIT 7:

  • 1 microfone para Bumbo (QKICK);
  • 1 microfones para Caixa (QSNARE);
  • 3 microfones para Tons (QTOM);
  • 2 microfones para Over (C02);
  • Acompanha case: maior segurança e versatilidade para o transporte.

Manual:

Onde Encontrar?

Você pode estar encontrando este KIT e outros modelos em nosso site da Mundomax.

Fonte: SamsonTechnologies

setembro 40, 2014 Instrumentos Musicais, Produtos

É hora de comprar a Primeira Bateria Musical

Bateria Musical É hora de comprar a Primeira Bateria Musical

Ansioso? Já está roendo as unhas dos pés? Pois acalme-se! Ou seus cabelos vão ficar brancos antes do tempo. Tá bem, eu entendo. Comprar a primeira Bateria é um fato histórico, e marcante, na vida de qualquer músico, você nunca esquece.

Então, nós da Mundomax reunimos hoje algumas dicas básicas, mas que são importantes na hora de escolher sua primeira Bateria Musical.

 

Para os Pais de um futuro fera da Bateria

O fato é seguinte quando uma criança ou adolescente decidem que querem aprender a tocar bateria, os pais é ficam quase loucos e pensam: os vizinhos vão ficar surdos, vou ter que aguentar aquela barulheira ou em que bendito lugar vou colocar uma bateria? Mas não adianta, eles querem. E pode acreditar vai ser bom pra eles. Uma Bateria é um dos instrumentos musicais mais indicados para iniciação das crianças na música. Por que além de estimular a parte musical, fortalece a coordenação motora.

Dica da Mundomax: A iniciação musical infantil desempenha um importante papel na formação do indivíduo durante a fase escolar, incentivando a concentração, memorização, imaginação e a criatividade. A prática de qualquer tipo de instrumento musical torna a criança mais confiante, facilitando os relacionamentos interpessoais e melhorando a interação com o ambiente ao seu redor.

Para os Pais e os futuros Feras da Batera

Como sempre, comece colocando a mão no bolso, e veja o quanto você está disposto a gastar em uma Bateria. Mas entenda, de um modo geral não há sentido, já de cara, tirar da loja uma Pearl Master Custom. Compensa comprar uma bateria “básica”, simples e mais barata, claro que não precisa ser também uma Gope usada da década de 70 ou uma BNB, existem no mercado diversas marcas e baterias oferecem o “básico” com excelente qualidade.Baterista É hora de comprar a Primeira Bateria Musical

É claro que o valor investido em uma Bateria Musical não é nada barato, porém, muitas vezes compensa pagar R$ 200,00 a mais em uma bateria melhor, mas que não lhe trará dores de cabeça, do que pagar R$ 500,00 em uma Bateria BNB, que vai quebrar nos primeiros dias de uso, isso é dinheiro jogado no lixo!

A escolha de uma bateria é sem dúvida uma das mais complexas escolhas de toda a banda, afinal, o baterista têm a função de manter o ritmo de todos os integrantes. Por isso, desde cedo, sempre estude com um metrônomo, é como sua baqueta, parte fundamental do aprendizado.

Em segundo lugar, o que deve ser analisado é o estilo que você toca. Por exemplo, não adianta comprar uma bateria de 4 tons se você vai tocar numa banda cover dos Beatles. Você pode até dizer: “Meu, mas uma bateria enorme é super legal!” Mas não vai servir. Aliás, de que adianta tantas peças se você não usa e nem usará metade delas? Você deve aos poucos adaptar seu estilo e criar sua personalidade e identidade musical, escolhendo as peças de sua bateria, e isso só o tempo e a experiência trará.

O estilo musical também é importante na hora comprar um Bateria Iniciante. Se o seu fascínio é o Heavy Metal, você vai precisar de peças resistentes. Mas se a sua intensão é tocar MPB ou na banda da Igreja, uma bateria tradicional para iniciantes resolve seu caso.Comprar Bateria Musical É hora de comprar a Primeira Bateria Musical

 

É hora de Comprar sua Bateria Musical

Lembre-se: Uma Bateria nunca é completa, você a vai montando e melhorando ao longo do tempo. Na primeira compra você vai precisar de baquetas e de um banco. Ah, e detalhe interessante, seja em uma loja física, seja em uma loja On-line, as baterias raramente vem com Pratos embutidos. E se este é o caso, dê preferência aos pratos da Orion, são nacionais, baratos e de excelente qualidade. Veja Exemplos!

A alma da bateria é a madeira. Por mais que uma bateria tenha ferragens ótimas, se a madeira for ruim, a bateria vai ser consequentemente fraca (em termos de som), também. Madeiras de alta densidade como Maple e Birch são mais ressonantes do que as de basswood, por exemplo, que é uma madeira que tem overtones muito acentuados e pouca definição. As dicas de madeiras para bateria da Mundomax são:

- Maple (Bordo), Birch (Bétula), Mogno (Mahogany), Oak (Carvalho) , Beech (Faia), Copaíba, Cedro Rosa, Imbnuia, Pinho (Spruce), Araucária, Freijó, Marfim, Bapeva, entre outras são próprias para a fabricação de tambores, cada uma com suas características singulares… Lembrando que às vezes se misturam as madeiras para resultados distintos.

Tambores: Em geral, quanto maiores, mais graves são, logo, se seu estilo musical requer um som pesado, busque comprar baterias de tons 12 e 13 polegadas. Um modelo muito usado atualmente é a configuração com tons de 10 e 12, que também serve para rock e tem um volume mais controlado para gravações. O bumbo de 22 polegadas ainda é o mais usado e mais popular, pois tem mais volume e agressividade, sendo mais grave que o de 20 que também é muito usado. A caixa não é diferente, e os modelos padrões são 14 x 5,5 polegadas. Não vem ao caso entrar em detalhes dos diversos modelos, tipos de madeira e medidas de caixas e tambores, afinal, isso é uma coisa pessoal, e somente ouvindo e tocando em um deles você poderá montar sua opinião a respeito e escolher a melhor configuração para você e isso só pode ser feito depois que você passar dessa fase de aprendizado.

 Bateria Infantil Turbo É hora de comprar a Primeira Bateria Musical

Dicas de Bateras da Mundomax

Bateria Infantil 4322 TURBO

A Bateria Infantil 4322 TURBO é bem diferente dos modelos tradicionais de bateria infantil do mercado. A grande maioria destas baterias tem suas peças e ferragens muito frágeis, e oferecem timbres muito inferiores a uma bateria normal. Já a Bateria Infantil 4322 TURBO é um modelo profissional, só que em tamanho reduzido.

Ou seja, a Bateria Infantil 4322 TURBO, oferece timbre e tocabilidade de baterias comuns. Ela é desenvolvida para crianças até 10 anos, dependendo ainda do porte físico da criança. Vem com banco, duas baquetas e pedal simples. Veja mais sobre ela Clicando Aqui.

 

Bateria CLASSIC C1019BL CITY

Se você chegou até aqui procurando uma bateria que lhe ofereça boa qualidade sonora, que amplie sua criatividade musical e com um dos melhores preços do mercado. Pois bem, você não precisa mais procurar. A City lhe dá tudo isso e muito mais.

Bateria City É hora de comprar a Primeira Bateria Musical

Ela é uma linha de Bateria da excelente marca Planet. Ela possui um modelo clássico, estilo Beatles, ideal para qualquer utilização. Ela proporciona resposta rápida e fiel a suas batidas. Ela foi projetada especialmente para atender os mais novos bateristas do pedaço.

A Bateria CITY CLASSIC C1019 é um sucesso em Pequenas Igrejas ou Congregações, bandas de garagem, escolas de música e outras atividades educacionais. Veja Mais Sobre a Bateria Musical City.

E Agora que você já foi apresentado a algumas dicas simples para comprar uma boa Bateria Musical, aproveite as ofertas da Mundomax! E escolha os modelos de Baterias ideais para você tocar, confira!

março 29, 2010 Instrumentos Musicais

Uma aula de pratos de bateria

O que seria de um baterista sem seus pratos, aliás, os pratos são o maior orgulho de um baterista. Quer um exemplo? Peça emprestado aquele prato Sabian de R$1.200,00 do seu amigo baterista. Por isso, hoje nós da Mundomax falaremos um pouco sobre os tipos de pratos disponíveis no mercado.

Bom, embora haja experiências com pratos feitos com materiais orgânicos (resina, fibra), vamos assumir que 99% dos pratos são feitos de metal. O metal utilizado é geralmente uma liga metálica de latão ou bronze:

Latão – Liga extremamente econômica, usada em pratos de estudo e para iniciantes;

B8 – Liga de cariz europeu, usada em pratos semi-profissionais e profissionais;

B10 – Liga intermediária e profissional, utilizada principalmente pela Zildjian e pela Meinl;

B12 e B15 – Liga intermediária e semi-profissionais utilizadas principalmente pela Zildjian;

B20 – Liga tradicional, usada pelas marcas de tradição turca (Sabian, Zildjian, Istanbul, Saluda, etc.), são os pratos populares, mas qualidade sonora superior ao do latão.

B23 – Liga chinesa utilizada principalmente pela Wuhan e pela Stagg.

Crash – o famoso Prato de Ataque

O prato de ataque (ou Crash) produz um som alto e cortante, utilizado geralmente para determinadas acentuações nas músicas. Normalmente é tocado durante os grooves (ou fills, ou viradas). As características de um crash são um som explosivo, que tenha ataque rápido, um sustain prolongado e com volume alto. As medidas mais utilizadas nos crashes vão de 14” a 19”. Existem crashes de até 21”. Veja exemplos de Pratos de Ataque. E assista ao vídeo com os Pratos Thin Crash da SABIAN.

Hi-Hat, Chimbal, Chipo, Prato de choque…

O termo “Hi-Hats” (ou chimbal, ou chipo, ou simplesmente “hats”) é usado para definir o par de pratos montados em uma estante especial (máquina de chimbal) que permite que os pratos sejam tocados um contra o outro através de um pedal. Podem ser aproximados ou separados ao se acionar ou aliviar o pedal, respectivamente. Podem ser tocados com baquetas ou vassourinhas, com os pratos fechados, durante a abertura ou abertos, ou ainda acionando o pedal para trazer os pratos juntos de forma vigorosa. Assim como o ride, tem a função de conduzir o ritmo. Veja exemplos de Chimbais.

hi hat Zildjian Uma aula de pratos de bateria

Ride – o indispensável Prato de Condução

O Ride é o mais nobre dos pratos, pois permite uma variedade muito grande de sons devido ao seu desenho. Ele é utilizado para conduzir o groove. Condução é a parte serve como uma base para se colocar as batidas acentuadas (geralmente caixa e bumbo). A condução geralmente é feita no Ride ou nos Hi-Hats (ou chimbal, ou chipo). Seus harmônicos são mais agudos e cortantes em pratos usados em rock/pop e mais graves e encorpados em pratos usados em jazz e blues. Os tamanhos de rides mais utilizados estão entre 18” e 22”, embora existam rides de até 24”. Os tipos de Prato de Condução mais conhecidos, são: Crash ride, que serve para além da condução, uma forma de ataque. e Control ride, que é o ride mais comum, com o som mais agudo e serve para manter a “levada”. Veja exemplos.

Splash – o Prato de Ataque sutil

O splash (ou prato de corte) é um prato de efeito derivado do crash (Ataque). Alguns percussionistas e bateristas de reggae e jazz sentiram a necessidade de um som de crash com menor volume, mais ataque, menos volume e menos sustain que os crashes convencionais. O splash produz um som cortante como o prato de ataque, porém em menor escala, utilizado geralmente para pequenos efeitos nas músicas. Veja alguns exemplos de Prato Splash.

Prato Chinês – Os Chinas

Prato China Orion Uma aula de pratos de bateria

Os Prato China (pronuncia-se pronuncia-se “tcháina”) é um prato de efeito inicialmente usado por percussionistas, mas foi rapidamente adotado pelos bateras de fusion e daí pro rock foi um passo. Ele possui um timbre diferenciado, com predominância de som na faixa dos médio agudos, utilizado a gosto do instrumentista para efeitos e destaques nas músicas. São facilmente identificáveis pelo seu bordo recurvado para o exterior, ao contrário dos pratos turcos que praticamente não são recurvados, veja foto ao lado (mini China da Orion). Seu tamanho varia muito, desde 8″ até 26″ em alguns casos. Clique aqui para ver exemplos.

Na Loja Mundomax você encontra muitos pratos de bateria, inclusive as melhores marcas como Oriom, Zildjian, Octagon, Sabian, Stagg… Confira!

novembro 12, 2009 Instrumentos Musicais

Bateria eletrônica: a evolução

Você que é baterista, ou está envolvido com música de alguma forma, provavelmente já ouviu ou até falou: “Bateria acústica é muito melhor que bateria eletrônica” ou ainda “Bateria eletrônica tem um som muito artificial”. Pois bem, pare um pouco, reflita no assunto, e então escute o som da TD9K da ROLAND abaixo:

Se você viu o vídeo acima, ou já mudou de ideia, ou pelo menos está pensando no assunto.

Hoje a Mundomax preparou para você um breve artigo sobre as baterias eletrônicas. E para começar, qual a melhor escolha? Eletrônica ou acústica? A resposta é depende. Depende da sua aplicação, como você vai usa-la e aonde ela vai ser tocada.

Prós e alguns contras

Como todas as artes a música também evoluiu. Cada vez mais surgem novos equipamentos e instrumentos musicais com propostas inovadoras que chamam a atenção dos profissionais do segmento. E seguindo esta evolução, a qualidade da bateria eletrônica também aumentou, e com ela a procura, principalmente por igrejas. A maioria tem optado pelo instrumento pelo mesmo motivo: além de oferecer qualidade sonora compatível a uma bateria acústica, possui outra vantagem: o volume de som emitido pode ser controlado.

 Bateria eletrônica: a evolução

A bateria eletrônica é um tipo de bateria em que as funções de tambores, pratos e outros componentes são exercidas por almofadas (pads em inglês) que captam os toques, em suas diversas intensidades e dinâmicas, e enviam para um módulo eletrônico para que esses toques sejam interpretados e transformados em sons de bateria.

Simples e funcional. Porém, há ainda uma certa resistência por parte dos bateristas, que como já falamos no início do artigo, acreditam que os timbres são artificiais. Entretanto, os módulos de bateria eletrônica estão cada vez melhores, e hoje são capazes de gerar ótimos timbres, comparáveis as melhores baterias acústicas. E mais, as baterias eletrônicas atuais reproduzem cada vez melhor a intensidade do toque, a qualidade das batidas e a expressividade do baterista.

Anteriormente as baterias eletrônicas em geral tinham um bom resultado, mas deixavam os bateristas um tanto frustrados. Elas eram desconfortáveis para tocar, não era possível usar pratos eletrônicos, e o pior, os bateristas tinham que perder muito tempo configurando sons e parâmetros de sensibilidade. Hoje, por exemplo, os modelos atuais Vdrums da ROLAND não necessitam de um extenso trabalho de edição de sons e preparos especiais para começar a tocar. Basta montar e sair tocando que o resultado já é altamente satisfatório.

Uma bateria acústica exige tratamento e isolamento acústico no local, com a eletrônica não é necessário tratar ou isolar. Ou seja, se você tem problemas com todo o estardalhaço e o som alto produzidos pelas baterias acústicas, uma bateria eletrônica resolve isto para você. Principalmente se você mora em apartamentos ou não quer incomodar os vizinhos.

Aparentemente o preço de uma bateria eletrônica é mais salgado do que o de uma bateria acústica. Aparentemente, pois a acústica torna-se mais cara porque necessita de acessórios como peles hidráulicas, cabos conectores, pratos de linha, redoma de acrílico para amenizar o impacto sonoro e microfones.

IGGOR e JUNIOR1 251x300 Bateria eletrônica: a evolução

São muitos os bateristas que já estão mudando para baterias eletrônicas. Júnior Lima e Iggor Cavalera, são bons exemplos. Júnior, filho do cantor sertanejo Xororó, toca na sua banda Soulfunk uma V-Drums TD-20 da ROLAND. Já Iggor Cavalera, fundador e ex-bateirista do Sepultura, usa a TD-12Kv.

Mas pense bem na hora escolher entre uma bateria acústica e uma eletrônica, se você pretende usa-la em um lugar com pouco espaço para montagem, onde você tem bons equipamentos de som e precisa ter um total controle do volume, compre uma bateria eletrônica. Mas se volume não é problema e espaço você tem de sobra, não pense duas vezes, compre uma bateria acústica.

Na Mundomax você encontra muitos modelos de bateria. Confira.

outubro 00, 2009 Instrumentos Musicais
Voltar ao Topo Copyright © 2012 - Blogmax. Todos os direitos reservados. Blog criado pela Loja Mundomax.