Você está na Tag

como funciona um aparelho de fax

Como um Aparelho de Fax funciona? E a História do FAX

Aparelho de Fax Como um Aparelho de Fax funciona? E a História do FAX

Fora de moda? Que nada. Fax é o tipo de coisa que as pessoas sempre vão precisar. E hoje, vamos conhecer um pouquinho da história do Fax e claro: Como funcionam os “benditos” Aparelhos de Fax.

Entre em qualquer escritório, seja ele grande ou pequeno, seja ele um escritório “chinfrim” ou um moderno cheio de novidades tecnológicas, basta então você passar o olho pelo ambiente, que logo encontra um bom e velho Aparelho de Fax. E não tem como não ser assim. Os aparelhos de fax são ferramentas importantes no envio constante de documentos, notas fiscais, contratos e uma infinidade de arquivos em formato texto e até fotos. Mesmo com a ajuda do FedEx e do e-mail, é quase impossível fazer negócios sem um aparelhos desses.

A história dos Aparelhos de Fax

Acredite, já fazem quase 170 anos que “enviamos” folhas de papel impressas por linhas telefônicas.

O nome “FAX” vem de fac-símile que, em latim, significa “faz igual”. Embora tenha sido produzido em larga escala só a partir da década de 70, foi inventado através da união de várias tecnologias surgidas ao final do século XIX, como o telégrafo o telefone. O primeiro protótipo surge em 1926, como melhoramento da patente conseguida por Alexander Bain (1843, data oficial da invenção), sobre a transmissão de documentos a longa distância que e os telefones desenvolvidos nos Laboratórios Bell.

Aparelho de Fax Antigo 1843 Como um Aparelho de Fax funciona? E a História do FAX

Se observarmos alguns dos primeiros modelos, podemos ter uma excelente ideia de como eles funcionam hoje. A maioria dos primeiros modelos empregava um cilindro giratório. Para enviar um fax, você colocava a folha de papel no cilindro com a parte impressa virada para o lado de fora. O resto do aparelho funcionava mais ou menos deste jeito:

• havia um pequeno fotossensor dotado de uma lente e uma luz;

• o fotossensor estava preso a um braço, de frente para a folha de papel;

• à medida que o cilindro girava, o braço movia-se de uma ponta a outra sobre a folha de papel.

Em outras palavras, o aparelho funcionava mais ou menos como um torno mecânico.

O fotossensor era capaz de focalizar e ler uma minúscula área da folha de papel, talvez algo em torno de 0,25 mm2. Essa pequena área do papel era preta ou branca. O cilindro girava de modo que o fotossensor podia examinar uma linha da folha de papel e em seguida descer para a próxima linha, realizando essa tarefa em passos ou numa espiral muito longa.

Para transmitir a informação através de uma linha telefônica, os primeiros aparelhos de fax utilizavam uma técnica muito simples: se o ponto do papel que o fotossensor estivesse lendo fosse branco, o aparelho de fax enviava um tipo de tom; se fosse preto, o aparelho enviava outro tipo de tom (veja Como funcionam os modens para saber mais detalhes). Por exemplo, o aparelho podia enviar um tom de 800 Hz para o branco e um tom de 1.300 Hz para o preto.

No lado do receptor havia um mecanismo de cilindro giratório semelhante e algum tipo de caneta para marcar o papel. O aparelho receptor aplicava a caneta ao papel quando ouvia um tom de 1.300 Hertz, e a retirava ao ouvir outro tom de 800 Hertz. E assim, ficava tudo “preto no branco”.

Como funcionam os Aprelhos de Fax modernos?

Bem, finalmente vamos matar a curiosidade: para transmitir imagens e textos, o fax traz dentro de si basicamente três apetrechos tecnológicos que conhecemos bem:

1. O scanner, que “lê” a imagem que se quer transmitir e a converte em um arquivo digital;

2. O modem, que converte os dados digitais em sinais elétricos;

3. A linha telefônica, que transmite os sinais elétricos ao outro fax.

Basicamente, o processo de transmissão de dados entre aparelhos de fax é uma transformação entre dados reais (a folha de papel) e digitais (os sinais que são enviados via rede telefônica) e a conversão destes dados em um documento real novamente.

FAX KX FT938BR B Panasonic Como um Aparelho de Fax funciona? E a História do FAX

É tudo muito rápido, em questão de segundos o processo todo acontece. Mas é tempo suficiente para que o aparelho “fotografe” o documento: um sistema de cilindros puxa o papel original que, aos poucos, passa pelo scanner. A luz passa pelos pontos em branco, mas não pelas partes escuras. Essa “foto” é uma cópia exata do documento, formada por milhares de pontos em preto-e-branco e que fica guardada na memória.

Esta cópia digitalizada é formada por vários números, em formato binário. Ou seja, os espaços em branco recebem o valor 0 e os pretos o valor 1. Ao chegar ao modem este número é transformado num sinal elétrico e, assim, lançado na linha telefônica.

Para ser lido do outro lado, o processo é repetido na ordem inversa. Os sinais elétricos são transformados em dados digitais pelo modem. Depois, transmite os dados digitais para uma impressora, que decodifica a mensagem e imprime uma cópia do documento em preto e branco. E pronto.

Os tipos papel e impressãorolos papel fax Como um Aparelho de Fax funciona? E a História do FAX

Os modelos atuais de aparelhos de FAX utilizam dois tipos de papel. O papel térmico é o mais tradicional, bem fininho e vendido em bobinas. Ele o mais usado por ser econômico, já que não precisa de toner ou tinta. O segredo é que o papel já vem com a “tinta”: na impressão térmica, um feixe de luz aquece as regiões impressas, que ficam pretas com o calor. E é por causa do calor das mãos que às vezes sujamos os dedos ao pegar um fax.

Os modelos mais modernos funcionam com impressão por jato de tinta. O processo é igualzinho ao de uma impressora de computador: o aparelho recebe as informações e as transmite para a cabeça de impressão. Em seguida, ela dispara milhares de gotas de tinta nos lugares que devem ficar pretos, pontilhando o desenho.

Algumas vantagens dos Aparelhos de Fax modernos

Quando se fala em fax, sem dúvida a vantagem que se destaca é a simplicidade no envio. Precisamos apenas digitar um número de telefone e apertar um botão para enviar aquele documento urgentíssimo. Mesmo que seja para o outro lado do mundo. Outro diferencial é a rapidez frente a outros métodos de envio de documentos, como correios, portadores, etc. Mesmo contando o tempo de conversão dos dados, scaneamento e impressão, o processo é virtualmente instantâneo.

Fax KX FG2853BR Panasonic Como um Aparelho de Fax funciona? E a História do FAX

E vale lembrar que os novos Aparelhos de FAX, além da sua função tradicional: identificam chamadas, guardam mensagens (secretária eletrônica), e tem uns ainda, que para facilitar, até cortam o papel para você. Alguns modelos oferecem recursos como discagem rápida, transferência de chamadas, acesso remoto e multi transmissão para vários números de fax.

Como escolher um aparelho de fax?

O melhor é pensar primeiro em como você irá utilizá-lo. Se vai apenas receber, se irá enviar também, em que escala, para que lugares, etc. Se quase não recebe documentos, um fax térmico é uma opção econômica. O recurso de rediscagem automática é bastante útil nesse caso. Já se você recebe fax em grande volume, atente para a memória do aparelho, que deve ser capaz de armazenar as páginas que chegam mesmo quando o papel amassa ou acaba. A bandeja precisa ter capacidade para uma boa quantia de papel. A velocidade de transmissão é um item fundamental, até porque reduz as tarifas telefônicas interurbanas. A tecla start é importante para economizar nas tarifas também, pois permite o envio do fax sem necessidade de outra ligação.

Em nossa Loja Virtual, trabalhamos com diversos aparelhos de FAX, alguns dos mais modernos do mercado, lá você encontra marcas como Panasonic e Intelbras, Confira: http://www.mundomax.com.br/_aparelhos_de_fax/

julho 55, 2010 Telefonia
Voltar ao Topo Copyright © 2012 - Blogmax. Todos os direitos reservados. Blog criado pela Loja Mundomax.