Você está na Tag

diferenças entre alto falantes

Quais os tipos de Alto Falantes Automotivos? Quais Diferenças?

Alto Falante Automotivo Quais os tipos de Alto Falantes Automotivos? Quais Diferenças?

Veja quais as diferenças entre os vários Alto Falantes Automotivos: Woofer, Subwoofer, Mid-range, Tweeter, Coaxial… Enfim, tudo sobre Alto Falantes para carro.

Os alto-falantes são os porta-vozes do som do seu carro. E se eles forem ruins, o som também será. Atualizar os alto-falantes do carro talvez seja a maneira mais fácil e mais popular de aperfeiçoar o seu entretenimento móvel. Devido à popularidade dessa atualização, você encontrará mais opções nesta do que em qualquer uma das outras categorias. Basta entrar em qualquer loja especializada em sistemas de áudio automotivo e constatar a ampla variedade de opções.

Os tipos mais comuns de alto-falantes:

• Woofer: alto-falante de maior área, que reproduz bem os sons graves, médio-graves e parte dos médios (de 50 Hz a 5.000 Hz). Possuem borda rígida e seu tamanho pode variar de 1.2″ a 18″. É indicado para reproduzir sons de bumbo, tambor, parte do piano, do baixo e da guitarra.

SubWoofer Alto Falantes Quais os tipos de Alto Falantes Automotivos? Quais Diferenças?

• Subwoofer: sua reprodução está ainda mais abaixo da reprodução dos woofers. É um tipo de alto-falante usado para reproduzir freqüencias baixas (sons graves e sub-graves), geralmente abaixo de 45Hz. É o falante do qual os motoristas amantes de Som Automotivo, mais se orgulham. É indicado para a reprodução de sons de contrabaixo, baixo eletrônico e bumbo de bateria. Não há um local específico para sua instalação, mas deve-se ter a preocupação de não obstruí-lo com bagagens nem deixá-lo atrapalhar a circulação dentro do carro.

• Mid-range: é um alto-falante usado para reproduzir as frequências médias, geralmente entre 300 Hz a 5.000 Hz. Sendo assim, conseguem reproduzir a maioria dos instrumentos musicais, mas reproduzem bem mesmo a faixa que cobre a voz humana. Um Mid-Range deve ser posicionado na parte inferior do carro e também atrás do banco traseiro sobre a tampa interna do porta-malas, se possível direcionados aos ocupantes. Possuem geralmente tamanho inferior a 8″.

Uma variação derivada desse tipo de alto-falante são os mid-bass, voltados para os sons na faixa dos médio-graves (entre 50 e 500 Hz, ficando tipicamente entre 100 e 300 Hz).

Tweeter Quais os tipos de Alto Falantes Automotivos? Quais Diferenças?

• Tweeter: alto-falante pequeno (variando de 0,5″ a 3″), que reproduz bem os sons mais agudos (frequência de 5.000 Hz em diante). Deve ser direcionado aos ouvidos dos ocupantes do carro, devendo ser instalado no painel ou em cima das portas. Este sistema é responsável pela reprodução do efeito estéreo, característica sonora que transmite a sensação de distribuição espacial da música no ambiente. Os veículos mais modernos já saem de fábrica com um local exclusivo para instalação desse dispositivo que geralmente é próximo aos retrovisores externos.

• Triaxial: o sistema triaxial não é bem um alto-falante, mas um conjunto de tecnologias. Dentro de uma mesma carcaça são colocados um woofer, um mid-range e um tweeter. A faixa de frequência que ele atua varia de 50 a 20.000 Hz, e é indicado para reprodução de todos osTriaxial Coaxial Quais os tipos de Alto Falantes Automotivos? Quais Diferenças? instrumentos, exceto contrabaixo, baixo eletrônico e bumbo de bateria.

• Coaxial: parecido com o triaxial, mas sem o mid-range. Traz na mesma carcaça um woofer e um tweeter, muito utilizado em kits de alto-falantes originais. É utilizado para reprodução de todos os instrumentos, exceto contrabaixo, baixo eletrônico e bumbo de bateria.

Mas como funciona o alto-falante?

Basicamente um Alto-Falante composto de um cone, ou diafragma, da cesta, da suspensão e do tripé. A suspensão, ou envolvente, é uma aba de material flexível que permite que o cone se mova, e é anexada à estrutura de metal do condutor, chamado de cesta. O Diafragma, geralmente feito de papel, plástico ou metal, é anexado na extremidade larga da suspensão. A extremidade estreita do cone é conectada ao espiral de voz. Já o espiral é anexado à cesta pelo tripé, um anel de material flexível. O tripé mantém o espiral na posição, mas permite que se mova livremente para frente e para trás.

Existem dois tipos de amplificador. Os chamados Mosfet, que amplificam o sinal enviado pelas saídas RCA da unidade principal, e os chamados Booster, que amplificam o sinal enviado pelas saídas amplificadas da unidade principal. Os Mosfet possuem melhor qualidade de áudio, pois eles não só amplificam o som, mas mantém sua qualidade. Entertanto, os boosters ainda são mais usados no Brasil, por serem mais baratos.

Bom, agora navegue a vontade em nosso blog, e confira também todas as soluções que possuímos em Som Automotivo: http://www.mundomax.com.br/automotivo

julho 01, 2010 Automotivo
Voltar ao Topo Copyright © 2012 - Blogmax. Todos os direitos reservados. Blog criado pela Loja Mundomax.