Riqueza cultural do Brasil: os estilos musicais de cada região

Do carimbó à bossa-nova, as cinco regiões brasileiras compõem uma rica cultura musical.

Regiões brasileirasCinco regiões, 8.516.000 km², mais de 207 milhões de habitantes e MUITA variedade musical. Com a extensão e a população brasileira, as possibilidades de diferentes ritmos e estilos musicais são muito grandes.

Além disso, somos um país com influências de várias nações. Por esse motivo, cada região é caracterizada por costumes diferentes, o que colabora para uma grande riqueza cultural no Brasil.

A música brasileira tem grande repercussão internacional e é referência em muitos países. Se você, apesar de ser brasileiro, ainda não conhece a variedade de estilos musicais que temos por aqui, chegou a hora de conhecer. Por isso, vamos falar e entender um pouco da música presente em cada região do Brasil.

Região Norte Dança carimbó

Por acaso, você já ouviu falar em carimbó? Este estilo tem origem africana e é a grande referência da região Norte. O carimbó está presente, principalmente, no estado do Pará, pois, teve origem em Belém.

Marcado pela dança em dupla, ele traz uma sequência de giros e palmas entre os dançarinos. A música provém de tambores específicos chamados de curimbó, o que deu o nome do estilo musical.

Região Nordeste

Frevo, maracatu, axé, forros e todas as demais variáveis. O Nordeste tem uma variedade de estilos em sua cultura musical.

O frevo é um ritmo bastante acelerado e também acompanhado de uma dança típica. Criado em Pernambuco, costuma ser tocado no carnaval e seus movimentos possuem influência da capoeira.

O maracatu, também popular do carnaval, não possui enredos, mas sim uma variedade de ritmos produzidos com tambores.

Falou em axé, pensou na Bahia, não é mesmo? Muito conhecido nacionalmente, é um estilo que mistura forró, calipso, frevo, maracatu e até reggae.

Show de axé - Ivete Sangalo

Região Centro-Oeste

Música Sertaneja

Com a miscigenação da região, o Centro-Oeste é marcado pelos ritmos cururu, polca de carão, catira e sertanejo – estes últimos os mais populares.

A catira tem como base a dança com sapateio e a viola. Este instrumento também é o que direciona a música sertaneja, estilo proveniente da música caipira e considerado, hoje, o estilo mais popular no Brasil.

Região Sudeste Samba roda

Pagode, samba e bossa-nova são os três principais estilos do Sudeste brasileiro. Talvez, os mais conhecidos internacionalmente.

O samba, apesar de toda a “cara” brasileira que tem, possui influências africanas, mas é um estilo único e original, caracterizado pelo batuque.

O pagode é considerado um desmembramento do samba e conta ainda com características de choro.

A bossa-nova, nascida no Rio de Janeiro, também deriva do samba, com certa influência do jazz americano. É considerado um dos movimentos de maior destaque na música popular brasileira.

Região Sul

Milonga e fandango. Apesar de pouco comentados, são tradicionais do Rio Grande do Sul. A milonga é uma dança a partir do som de guitarras. De origem uruguaia, é comum no Brasil no pampa gaúcho.

Já o fandango provém da Europa, especificamente da Espanha e de Portugal, é uma dança acompanhada por violeiros e rabequistas, bastante associada ao estilo caiçara.

Dança milonga

Acesse aqui e confira a variedade de instrumentos musicais que a Mundomax oferece para diferentes estilos e ritmos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curtiu o post? Dê uma mãozinha para nós, compartilhe este brilhante artigo!
Riqueza cultural do Brasil: os estilos musicais de cada região